Fotografia: Avelino Lima

Governo desafia Comunidades Intermunicipais a criarem Agendas Mobilizadoras Territoriais

A ministra da Coesão Territorial explicou aos autarcas o que são as Agendas Mobilizadoras Territoriais.

José Carlos Ferreira
11 Out 2022

A ministra da Coesão Territorial desafiou ontem as Comunidades Intermunicipais a criarem, no âmbito do Portugal 2030, Agendas Mobilizadoras Territoriais. O desafio de Ana Abrunhosa foi deixado na sessão de encerramento do projeto “Alto Minho 4.0”, que decorreu em Ponte de Lima, com a presença de quase todos os autarcas do distrito de Viana do Castelo e do presidente da CIM Alto Minho. «Eu tive na construção do acordo de parceria uma preciosa ajuda do presidente da CCDR- -Norte, António Cunha, que nos ajudou a escrever esta parte do texto de acordo de parceria», disse. Segundo explicou a ministra, estas Agendas Mobilizadoras Territoriais «têm o objetivo de tornar as empresas e os territórios mais competitivos». «E a ideia é que se construam estratégias coletivas territoriais que envolvam os atores mais relevantes. Se for no têxtil, é no têxtil.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho] 





Notícias relacionadas


Scroll Up