Fotografia: DR

Jorge Braz quer Portugal com «foco total» para bater Lituânia

O encontro frente à congénere lituana realiza-se na terça-feira, na Kaunas Arena, o mesmo local onde Portugal, há pouco mais de um ano, se sagrou campeão do mundo.

Pedro Vieira da Silva / Lusa
10 Out 2022

A seleção portuguesa de futsal precisa de entrar no jogo de terça-feira, frente à Lituânia, totalmente concentrada, considerou hoje o técnico Jorge Braz, que quer o primeiro lugar na primeira fase de qualificação para o Mundial.

“Estes adversários têm tudo a ganhar e nada a perder. É sempre com este espírito com que encaram os jogos. Temos de ser nós, fazer bem as coisas simples e o foco tem de ser total no que nós temos de fazer. Se formos Portugal vamos levar mais três pontos. O objetivo é passar a somar seis pontos. Em novembro, há novo jogo com a Lituânia. Nesta primeira fase de qualificação, queremos destacarmo-nos no primeiro lugar. Isto vão ter de ser 12 pontos, no final de contas, para passarmos à Ronda de Elite”, realçou o selecionador luso.

Depois da vitória diante da Bielorrússia (5-3), a formação orientada por Jorge Braz, que é a atual campeã do mundo, procura mais um triunfo neste apuramento para o próximo Mundial, agora frente à Lituânia, na segunda jornada do grupo 4 da Ronda Principal de qualificação para o Mundial2024.

“[Os adversários] mudaram um pouco relativamente ao Mundial. Têm um selecionador novo: Dentinho. Já jogou em Portugal, é alguém com muita experiência e conhecimento. Deu para perceber que algumas dinâmicas foram modificadas desde o Mundial. O perfil desta equipa é muito semelhante ao da Bielorrússia, morfologicamente muito fortes. Defensivamente, combatem com as armas que têm, com agressividade. Têm um ou outro jogador muito interessante do ponto de vista técnico. Apostam muito na transição, metem o jogo instável”, assinalou Jorge Braz em declarações reproduzidas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Segundo o técnico, tem de ser Portugal a “evitar que essa instabilidade surja no jogo”, impondo o seu jogo sem deixar que essas características do adversário possam aparecer.

“Vai ser um jogo muito combativo, vão tentar surpreender. Desde o primeiro segundo de jogo, temos de ser Portugal”, rematou.

O encontro frente à congénere lituana realiza-se na terça-feira, na Kaunas Arena, o mesmo local onde Portugal, há pouco mais de um ano, se sagrou campeão do mundo.

“Para estar num momento como o que vivemos aqui há um ano temos de cumprir este caminho sem hesitações e com excelência. Esse é o foco. Este é um lugar especial, mas isso não nos vai distrair nesta nossa obrigação, nem no processo. Só cumprindo agora o que temos de fazer nesta qualificação é que poderemos viver momentos como os que vivemos aqui há um ano”, rematou Jorge Braz.





Notícias relacionadas


Scroll Up