Fotografia: DM

Guimarães borda a ouro o precioso trabalho social feito em Candoso

D. Nuno Almeida presidiu à celebração e deixou gratidão pelo mérito do trabalho social desenvolvido.

Rui de Lemos
9 Out 2022

A imagem do padre António de Freitas Moreira está em destaque na exposição “50 anos de histórias… 50 anos de memórias”, com a qual o Centro Social e Paroquial (CSP) de S. Martinho de Candoso evocou, ontem, as suas bodas de ouro. Foi pela mão do saudoso “senhor Reitor” que nasceu o primeiro Jardim de Infância no concelho de Guimarães. E foi graças ao seu empenho e determinação que se deram passos pioneiros de apoio social na região.

O reitor António de Freitas Moreira é uma figura incontornável de S. Martinho de Candoso. Faleceu, em julho deste ano, aos 99 anos de idade, a tempo de celebrar as bodas de ouro do seu Centro Social e Paroquial, mas, lamentavelmente, antes da grande festa que ontem teve lugar. No entanto, o seu «precioso» legado vai ser continuado pelo vice-presidente, António Carlos Martins, ontem nomeado oficialmente pelo Bispo Auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida, como novo presidente da direção da instituição, com supervisão do arcipreste Samuel Vilas Boas.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up