Fotografia: DM

Arcebispo lembra importância das aulas de Moral na formação integral de cada aluno

D. José Cordeiro salienta que esta não é uma disciplina menor, mas que constitui um direito que deve permanecer nas escolas.

Rita Cunha
9 Out 2022

A importância das aulas de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) na formação integral de cada um dos alunos foi salientada pelo Arcebispo de Braga, ontem, no Colégio D. Diogo de Sousa. D. José Cordeiro equiparou mesmo a missão dos professores desta disciplina ao «exercício do sacerdócio dentro da escola». Segundo o Prelado, «a educação é um direito essencial e fundamental para o crescimento humano, que deve ser defendido e promovido», já que «não se limita à transmissão de saberes» para que as crianças e jovens possam no futuro desenvolver determinada profissão e inserir-se na sociedade.

Para o Arcebispo de Braga, «este entendimento da educação ignora ou relega para segundo plano a necessidade de se dar também resposta à busca incessante do sentido da vida, das questões mais profundas do ser humano, e da abertura à transcendência para que as crianças e os jovens concretizem os seus sonhos e recebam os verdadeiros valores que necessitam para dar sentido às suas vidas».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up