Fotografia: DR

Antiga alfândega Valença/Tui vai ter centro de património imaterial galego-português

Espaço de cultura junto à ponte internacional.

Redação
7 Out 2022

O antigo edifício da alfândega, junto à centenária ponte internacional sobre o rio Minho, que liga Valença, no Alto Minho e, Tui, na Galiza, vai acolher um Centro de Património Imaterial galego-português, disse ontem o presidente da câmara portuguesa. Contactado pela agência Lusa, a propósito de uma nota sobre o assunto enviada às redações, José Manuel Carpinteira adiantou que «o local, previsto» para a instalação do novo centro, será o antigo edifício da alfândega, afirmando «não estar definido o valor final» do investimento na criação daquela nova estrutura. A instalação daquele centro, de acordo com a nota enviada à imprensa, resulta da assinatura de um protocolo de cooperação entre a Câmara de Valença, o Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Rio Minho e a Associação Cultural e Pedagógica Ponte… nas Ondas!
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up