Fotografia: António Araújo

Vitória SC revoltado com Rui Costa e Luís Ferreira

Vitória SC-Benfica continua a ser discutido.

4 Out 2022

O Vitória de Guimarães defendeu ontem que os áudios da comunicação entre árbitros de campo e videoárbitro (VAR) devem ser divulgados, tendo pedido audiências à Federação Portuguesa de Futebol e à FIFA nesse sentido.

Na sequência do jogo de sábado, com o Benfica (0-0), em que reclamou uma alegada grande penalidade cometida por Florentino sobre André André, ao minuto 61, em lance não assinalado pelo árbitro Rui Costa, nem revisto através da consulta ao VAR, o clube vimaranense assumiu o «descontentamento» com as atuações do VAR, Luís Ferreira, e do assistente de videoárbitro (AVAR), Sérgio Jesus, e pediu mais «transparência» no funcionamento do dispositivo.

«O Vitória SC entende que outros tipos de medidas devem ser tomadas, desde logo, a exposição dos áudios entre as equipas de arbitragem em campo e os VAR/AVAR», lê-se no comunicado publicado no seu site.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up