Fotografia: DR

Caminha tem em curso a revisão do Plano de Emergência e Proteção Civil

O autarca sublinhou a importância do trabalho em conjunto e de forma coordenada com Juntas de Freguesia, Comissões de Baldios, ICNF, Bombeiros e Sapadores Florestais.

Redação
2 Out 2022

O presidente da Câmara de Caminha anunciou ontem que está em curso a revisão do Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil do Município.

Rui Lages falava na apresentação das duas novas Equipas de Intervenção Permanente. O Município conta agora com quatro equipas de profissionais. 

As quatro equipas de profissionais aquarteladas nos bombeiros de Vila Praia de Âncora e Caminha, implicam a mobilização de cerca de 170 mil euros/ano por parte da Câmara Municipal.

O autarca sublinhou a importância do trabalho em conjunto e de forma coordenada com Juntas de Freguesia, Comissões de Baldios, ICNF, Bombeiros e Sapadores Florestais, com o objetivo de «cuidar e salvaguardar a nossa floresta e a nossa população».

Rui Lages destacou a gestão equilibrada e sustentável praticada no baldio, que classificou mesmo como «futurista». 

Referiu, a propósito, a plantação de 15 hectares de castanheiros, a gestão de combustíveis com recurso a pastorícia com ovelhas (20 no momento) e cabras bravas (50 nesta altura) e a dois cães de guarda de rebanhos. 

A isto junta-se a opção pela energia de fonte renovável (solar), com 6 painéis solares já colocados que alimentarão toda a exploração. 

Acresce a videovigilância nas 24 horas, em tempo real, diurna e noturna com câmaras de infravermelhos, sendo também um auxílio à vigilância, com principal incidência na época crítica para a ocorrência de incêndios florestais.

Em projeto há ainda um parque de visitas para as escolas e público em geral.





Notícias relacionadas


Scroll Up