Fotografia: CM Póvoa de Varzim

250 anos da Igreja da Lapa reforçam espírito comunitário da Póvoa de Varzim

Em jeito de balanço, o pároco, padre Nuno Rocha, destacou os vários momentos celebrativos.

Francisco de Assis
30 Set 2022

O fim de semana de 24 e 25 de setembro de 2022 marcou o encerramento das comemorações dos 250 anos da igreja da Lapa, na Póvoa de Varzim. Uma efeméride que, na opinião do padre Nuno Rocha, veio reforçar o espírito comunitário não só da comunidade da Lapa mas de todo o concelho de Póvoa de Varzim, uma vez que a igreja representa, de certa forma, a identidade daquela cidade piscatória.

Em declarações ao Diário do Minho, o pároco, congratulou-se com este «ano celebrativo», com muitas realizações, mas recordou que as comemorações iniciaram-se de forma oficial no dia 27 de fevereiro de 2019, para assinalar o dia 27 de fevereiro de 1892, um dia trágico para a comunidade piscatória da Póvoa de Varzim, em que morreram 105 pescadores. E o 27 de fevereiro de 2022 foi «especial», uma vez que foi feito um memorial de homenagem aos 105 pescadores, mas também a todos os outros que têm perdido a vida ao longo dos tempos.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up