Fotografia:

Cortejo etnográfico deu a conhecer cultura popular de Cabeceiras de Basto

Realização integrou programa oficial das festas concelhias em honra de São Miguel.

27 Set 2022

Dedicado ao tema ‘Lendas e Estórias’, o Cortejo Etnográfico integrado no programa da Feira e Festas S. Miguel 2022 saiu esta tarde, 25 de setembro, à rua. Milhares de pessoas assistiram ao belíssimo desfile que promoveu e divulgou a cultura popular e etnográfica de Cabeceiras de Basto. A freguesia de Abadim apresentou neste cortejo a ‘Os Moinhos de Rei’; a freguesia de Alvite e Passos os ‘Monges oram na Serra da Senhora da Orada’; o Arco de Baúlhe e Vila Nune a ‘Lenda do Crasto’; Basto a ‘Cura de D. Afonso II e atribuição do Couto a Santa Senhorinha pelo Rei D. Sancho I’; Bucos a ‘Atribuição do Galardão Galo de Prata da Aldeia Mais Portuguesa de Portugal’; Cabeceiras de Basto a ‘Lenda da Dona Loba’; Cavez a ‘Lenda da Construção da Ponte de Cavez’; a Faia trouxe ao cortejo ‘S. Tiago das Bichas’; Gondiães e Vilar de Cunhas a ‘Lenda de S. Sebastião e a Festa das Papas’; a freguesia de Pedraça a ‘Partida de Dom Nuno Álvares Pereira para a Guerra’; Refojos, Outeiro e Painzela a ‘Chegada das Tropas Republicanas à sede do concelho’; Riodouro ‘Os Cemitérios da Discórdia’; e a Associação Vilela Com Vida a ‘Lenda da Cantareira’.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]
 





Notícias relacionadas


Scroll Up