Fotografia: DR

Póvoa de Lanhoso distingue pessoas e instituições que elevam o concelho

Município distinguiu contributos e méritos de duas personalidades e duas instituições do concelho.

Rui de Lemos
26 Set 2022

O ator de teatro amador Lino Gravia ficou, desde ontem, imortalizado no Pátio dos Artistas, frente à Casa da Botica, no coração da vila da Póvoa de Lanhoso. Um «homem de talento e bom humor» que em cima do palco «elevou o concelho», tal «como outros, em tantos outros palcos, que nos distinguem e engrandecem», sublinhou o presidente do Município, Frederico Castro, no descerramento da obra artística que perpetua o nome de António Adelino de Barros .

António Adelino de Barros, popularmente conhecido como Lino Gravia, foi um dos maiores atores de teatro amador da Póvoa de Lanhoso. Homem humilde, ardina e tipógrafo, emigrante e apaixonado pelo teatro, de humor fácil e permanente, granjeou aplausos e simpatia, além de reconhecimentos públicos e distinções. Lino Gravia faleceu em junho de 2020, aos 92 anos, e ontem viu o seu nome perpetuado debaixo de uma chuva de aplausos e dos apontamentos do Grupo Cénico Povoense. «Somos feitos destes exemplos de grandes homens e mulheres sem os quais não seríamos o concelho que somos hoje», engrandeceu o autarca Frederico Castro.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up