Fotografia: DR

Escutismo de Braga tem marca de grande vitalidade e serviço

Ricardo Rio tece elogios ao CNE.

Rui de Lemos
25 Set 2022

Braga é o berço do escutismo católico português e o concelho tem sentido, nas suas várias comunidades, os benefícios da sua ação ao longo dos seus quase 100 anos de existência. «O que tem sido a marca do CNE ao longo destes quase 100 anos de vida é uma grande vitalidade, grande capacidade de mobilização, de penetração em cada uma das comunidades, além do serviço em toda a dimensão religiosa, social, cultural, educativa, patrimonial e ambiental», considerou e elogiou, ontem, o presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio, na sessão protocolar que assinalou Abertura Regional do Ano Escutista (ARAE) 2022/2023.

Falando no salão nobre do Município, perante uma plateia de dirigentes concelhios e distritais, Ricardo Rio enalteceu o trabalho de um movimento intergeracional que ao longo de quase um século de vida «soube sempre acompanhar as tendências dos tempos e mostrar caminho para o futuro». Um percurso de vida e afirmação que «tem de ser saudado e valorizado», a par do apoio a muitos projetos que servem a comunidade.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up