Fotografia: DR e Avelino Lima

Técnico do Union de Berlim alerta para o poder ofensivo do SC Braga

Diogo Leite, antigo jogador do SC Braga, agora ao serviço dos germânicos, também esteve na conferência de imprensa.

Luís Filipe Silva
14 Set 2022

O técnico do Union Berlim, Urs Fischer, alertou hoje para o poder ofensivo do SC Braga. «É uma equipa que marca muitos golos», sublinhou o responsável técnico da formação berlinense na conferência de imprensa de antevisão da partida que vai ter lugar amanhã, pelas 20h00, no Estádio Municipal de Braga, a contar para a 2.ª jornada do Grupo D da Liga Europa.

«O SC Braga tem tido bastante sucesso nos seus jogos, é uma equipa que marca muitos golos e é um adversário que está bastante forte. Tem tido uma presença assídua na Europa, chegou aos quartos-de-final na época passada e é uma equipa bem organizada. Esperamos dificuldades, mas vamos tentar superar isso porque queremos vencer o jogo. O SC Braga é uma equipa experiente na Europa e ainda na época passada chegou aos quartos-de-final da Liga Europa», disse.

O treinador suíço ao serviço dos germânicos recusou dizer se considera a sua equipa favorita para o jogo de amanhã. «Favoritos? amanhã posso dizer se somos [risos]».

Mas deixou bem claro ter como objetivo retificar a derrota sofrida na primeira jornada ante os belgas do Saint Gilloise [0-1]. «Fizemos um bom jogo, mas a primeira parte não foi assim tão boa. Queremos inverter esse resultado com um triunfo amanhã», destacou.

Diogo Leite: «Conheço a maior parte dos jogadores do SC Braga mas o sistema mudou»

O central Diogo Leite, que na temporada passada representou o SC Braga, acompanhou Urs Fischer na sala de imprensa, e destacou o crescimento do clube bracarense. «O SC Braga tem crescido muito, pelo que não me surpreende o que está a fazer. É uma equipa forte, a que mais golos tem marcados no campeonato português. Prevejo um grande espectáculo, porque o SC Braga tem jogadores de grande qualidade, como o Ricardo Horta», sublinhou.

Diogo Leite falou também sobre o conhecimento que tem sobre os seus ex-colegas, mas o central não considera isso um trunfo fundamental. «É verdade que conheço a maior parte dos jogadores mas o sistema mudou», lembrou.

Para o jogo de amanhã, o Union de Berlim não conta com Danilho Doekhi e Thorsby, lesionados, nem com Sven Michel, lesionado.

O Union de Berlim realizou há pouco o treino de adaptação no Estádio Municipal de Braga.





Notícias relacionadas


Scroll Up