Fotografia: DM

Alteração à Estratégia Local de Habitação gerou dúvidas aos vereadores da oposição

Câmara quer criar condições para habitação condigna para todos.

José Carlos Ferreira
13 Set 2022

A proposta de alteração da Estratégia Local de Habitação do Município de Braga foi ontem aprovada na reunião do executivo, sem, no entanto, ter gerado algumas dúvidas e críticas por parte dos vereadores da oposição que, no momento da votação, optaram pela abstenção. Com a atualização agora aprovada, a Estratégia Local de Habitação passa a abranger um universo de 1284 agregados, num total de 3632 pessoas, ficando o investimento global proposto a corresponder a um investimento médio, por fogo, de cerca de 96.500 euros. Ou seja, esta estratégia é atualizada de 45 para 123 milhões de euros, aumentando em 64 por cento o número de famílias abrangidas. Hugo Pires, vereador do PS, perante esta atualização, manifestou a sua estranheza por, ao fim de um ano, o novo dignóstico aponte para um aumento «brutal» do número de pessoas com necessidade de habitação condigna.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]
 





Notícias relacionadas


Scroll Up