Fotografia: DM

Penha celebra 75 anos do Santuário na grande peregrinação do concelho

Irmandade vai exibir a original coroa de ouro na imagem de Nossa Senhora do Carmo da Penha.

Rui de Lemos
11 Set 2022

A Irmandade da Penha espera que a grande peregrinação ao Santuário da Penha, que anualmente mobiliza milhares de peregrinos do concelho e da região, seja «tão especial e apoteótica como a de 1947», então presidida pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, Manuel Cerejeira. O juiz da instituição, Roriz Mendes, promete assinalar a efeméride ao longo do ano, «de forma muito especial e com vários momentos marcantes» para que «a Penha pulse cada vez mais forte no coração de todos os vimaranenses».

«Somos herdeiros e construtores de um valiosíssimo património religioso e natural que queremos sempre honrar e valorizar. Recai sobre nós a responsabilidade de bordar a letras de ouro as comemorações dos 75 anos do Santuário e é isso que, com todo o empenho e determinação, faremos no dia da peregrinação e em vários outros momentos ao longo deste ano», sublinhou e prometeu, ao DM, o juiz da Irmandade, Roriz Mendes.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up