Fotografia: Trilogia dos Vales

Monção estreia documentário musicado ao vivo sobre memórias de 300 idosos

Projeto estreia no dia 18 de setembro, com entrada gratuita.

Redação/Lusa
10 Set 2022

O cineteatro João Verde, em Monção, vai receber, no dia 18 de setembro, pelas 16h00, a estreia de um documentário baseado nas memórias de 300 idosos que vivem sós em várias freguesias do concelho. O projeto vai ser musicado, ao vivo, pelo coletivo artístico Space Ensemble.

Em declarações à Lusa, o diretor artístico do projeto comunitário Trilogia dos Vales explica que o filme documental, que vai ser apresentado ao público com entrada livre, «começou a desenvolvido desde janeiro e procurou os idosos que vivem isolados, no território de Monção, recolhendo as suas vivências e histórias». «Como trabalhavam no campo, por exemplo, como segavam a erva dos terrenos, sobretudo para alimentar os animais, uma imagem que hoje está quase em vias de extinção, os ofícios com que ganhavam a vida. São práticas rurais que se mantêm vivas por causa destas pessoas», adianta Nuno Alves.

«Depois de todos os testemunhos que recolhemos encontramos um livro com as memórias de infância de uma professora primária de Monção. Memórias do quotidiano das aldeias, ofícios, costumes, tradições e da vida em comunidade nas décadas de 50 e 60. Encaixam-se na perfeição com a recolha feita junto dos idosos, com idades entre os 70 e os 95 anos e, por esse facto, o livro de memórias da antiga professora primária também integra o projeto», especifica o responsável.

O projeto comunitário Trilogia dos Vales «tem como objetivo celebrar o caráter único deste território, e valorizar a população e a sua participação ativa na vida em comunidade e na criação de um objeto artístico que é de todos». «Entre os três vales de Monção, rios Minho, Mouro e Gadanha, o projeto procurou histórias escondidas, que revelam detalhes importantes sobre a tradição, hábitos e memória destas pessoas», acrescenta Nuno Alves.

A segunda edição da iniciativa é promovida pelo Contratos Locais de Desenvolvimento Social–4G (CLDS–4G) de Monção, em parceria com a Associação Cultural Rock’n’Cave e com o apoio da Câmara Municipal de Monção, que convidaram o coletivo artístico Space Ensemble, para musicar, ao vivo, o espetáculo que vai ter a duração de 70 minutos. A direção musical do espetáculo está a cargo do multi-instrumentista Samuel Martins Coelho, tem direção de fotografia e realização de Filipe Barreiro e cenografia de Andrés Pérez Mena. O trabalho conta ainda com a colaboração da socióloga Vera Menezes e da fotógrafa Paula Jiménez, responsáveis pelo trabalho de recolha levado a cabo ao longo dos últimos meses.

A apresentação do documentário é entrada é livre. O bilhete pode ser reservado através da página oficial do projeto Trilogia dos Vales ou presencialmente no cineteatro João Verde.





Notícias relacionadas


Scroll Up