Fotografia: DR

Centro das Artes José de Guimarães vai expor ao público as suas peças

O CIAJG, em Guimarães, vai utilizar as suas reservas para as mostrar, na íntegra, ao público, numa exposição que adota o título “1.128 objetos”.

Redação/Lusa
7 Set 2022

Parte de um ciclo de exposições intitulado “Heteróclitos”, “1.128 Objetos” é um “projeto algo ambicioso”, como o classificou hoje a diretora artística do CIAJG, Marta Mestre.

“Vamos esvaziar as reservas do CIAJG e a coleção toda sobe ao piso 1”, afirmou a diretora durante uma apresentação para a imprensa da programação do próximo quadrimestre da cooperativa.

Na prática, trata-se da totalidade das peças reunidas pelo CIAJG ao abrigo da cedência, em regime de comodato, pelo artista José de Guimarães, que “vai agora poder ser vista em toda a sua extensão”.

“A exposição ocupa a totalidade do primeiro piso e a sua montagem é deliberadamente experimental, procurando fluidez entre as ‘reservas’ e as salas de exposição”, pode ler-se no programa daquele espaço museológico.

A inauguração acontece no dia 08 de outubro, dia em que também vão ser abertas mostras pela espanhola Sara Ramo, André Tavares e Ivo Poças Martins, sendo que as exposições terminam a 26 de fevereiro de 2023.





Notícias relacionadas


Scroll Up