Fotografia: DR

Estratégia de Guimarães considerada referência na arte e cultura

Considera Américo Rodrigues, em representação do Ministério da Cultura na Contextile 2022.

5 Set 2022

A Contextile 2022 – Bienal da Arte Têxtil Contemporânea está a decorrer em Guimarães, até 30 de outubro, em diferentes espaços culturais e artísticos de Guimarães, com artistas e obras de todo o mundo.

A inauguração da “Exposição Internacional” aconteceu no último sábado, com 58 obras de 54 artistas (33 países), selecionados por um júri internacional a partir de uma convocatória. O Prémio de Aquisição foi atribuído a Leila Pile (Bélgica – Graduated. Ribbons) e quatro menções honrosas para Arja Kärkkäinen (Finlândia – The Shopping Bags of Tartaru), Estefanía Tarud (Chile – Flashliht), IPER-collettivo (Itália – Plastic Textille) e Vania Sommermeyer (Brasil – Ativando Guimarães).

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up