Fotografia: Avelino Lima

Jogos tradicionais e pedagógicos, oficinas e pinturas faciais encantaram os mais novos

Programação infanto-juvenil da Noite Branca conta com uma boa adesão por parte das famílias.

Rita Cunha
3 Set 2022

Durante o evento da Noite Branca, o Campo da Vinha está transformado num autêntico espaço de animação. O público-alvo são as crianças, mas muitos dos que as acompanham também se deixam seduzir pela quantidade de jogos e oficinas que podem fazer, sendo que algumas das atividades fazem mesmo recuar no tempo, remetendo para a infância dos que hoje já são adultos.

Nos “Jogos do Hélder” os interessados puderam participar em desafios lúdicos. Os jogos apresentados, elaborados com materiais simples como madeiras ou cordas, vão desde os matraquilhos até ao bowling. Quem quiser pode ainda andar de bicicleta, tentar equilibrar-se numa plataforma em movimento ou apanhar bolas com uma rede.

Numa outra tenda, a CEA – Cooperativa de ensino Artístico “pintava” a paz nos rostos das crianças. Ao longo do dia decorreram oficinas criativas e pinturas faciais, apelando à paz.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up