Fotografia: DR

CIM Cávado reivindica medidas concretas de eficiência energética ao Governo

A CIM Cávado defende que sejam tomadas medidas generalizadas de eficiência energética.

Redação/Lusa
2 Set 2022

A Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM Cávado) exigiu hoje que o Governo concerte «medidas concretas» para fazer face à crise energética e anunciou que vai coordenar com os municípios da região um plano comum dedicado à eficiência.

«A CIM Cávado entende ser necessário que o Governo determine medidas generalizadas de eficiência energética», refere a CIM Cávado, num comunicado no qual elenca as medidas que aprovou concertar com os seus municípios.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up