Fotografia: Diana Carvalho

Braga despede-se de agosto como um «dos melhores verões»

No último fim de semana do mês, as ruas da cidade já refletiam a despedida dos emigrantes.

Diana Carvalho
29 Ago 2022

Um olhar sobre as ruas do centro da cidade bastava para perceber que, no último fim de semana de agosto, já os espaços sentiam a despedida dos emigrantes de Portugal. Ainda assim, muitos idiomas continuam a ser ouvidos em Braga, naquele que vários comerciantes descrevem como «um dos melhores verões» que já tiveram.

A restauração já sentiu, neste último fim de semana, uma quebra de afluência em relação às primeiras semanas de agosto. «É uma quebra acentuada e é notório que a cidade acalmou», conta ao Diário do Minho Mário Pereira, do Café Viana. «Sente-se uma quebra muito grande dos emigrantes», acrescenta.

Diana Carvalho

Também Manuela Cruz, do Café Astória, assume esta diminuição do fluxo de clientes, com a ida dos emigrantes, apesar de destacar que não se trata de uma quebra abrupta. «Esta última semana sentimos uma pequena quebra, mas nada de muito evidente», frisa.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up