Fotografia: DM

Arcos quer casas de emigrantes para aumentar oferta de habitação

Encontro da Diáspora Arcuense voltou a juntar largas dezenas de participantes.

Rui de Lemos
18 Ago 2022

No concelho de Arcos de Valdevez existem «muitas casas» que são propriedade de emigrantes e que estão desocupadas ou vagas grande parte dos meses do ano. Trata-se de um valioso património que ganha ainda mais expressão perante a falta de oferta residencial para arrendamento transversal a todos os segmentos de mercado.

Por isso, o Município está a preparar um programa para ser o arrendatário preferencial deste expressivo conjunto de imóveis, sobretudo apartamentos, em troca da atribuição de incentivos fiscais aos emigrantes. A Câmara Municipal quer criar uma bolsa para aumentar a oferta de habitação no concelho.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up