Fotografia: DR

Ciclistas Iúri Leitão e Diogo Narciso quartos na prova de Madison

Portugal encerrou hoje a participação nos Europeus de ciclismo de pista

Redaçao/Lusa
16 Ago 2022

Portugal encerrou hoje a participação nos Europeus de ciclismo de pista com o quarto lugar na prova de Madison conseguida por Iúri Leitão e Diogo Narciso, ainda assim algo afastado do pódio em Munique.

A dupla lusa concluiu os 50 quilómetros – 250 voltas à pista, com sprints pontuáveis a cada 10 – com 43 pontos, longe do ouro da Alemanha, com 101, da prata da França, com 91, e do bronze da Bélgica, com 58. Estas quatro equipas foram as únicas a serem bonificadas com 20 pontos por darem volta de avanço ao grupo.

Depois do ouro em scratch, o ciclista de Viana do Castelo, Iúri Leitão, juntou-se a Diogo Narciso, estreante em Europeus, e que tinha brilhado igualmente com a sexta posição na corrida por pontos.

Portugal esteve muito discreto até que ao 10.º dos 25 sprints (a 100.ª de 250 voltas) ganhou o seu primeiro ponto, que o colocava em oitavo entre as 15 formações em prova.

Na melhor fase, Leitão e Narciso ganharam os sprints 12 e 13 e com isso chegaram à quinta posição, com o pódio a parecer mais próximo quando também amealharam 20 pontos por volta dada.

Agora com 36 pontos, em quarto, a 10 pontos da Bélgica (46) e a 20 da França (56), enquanto a Alemanha estava longe, com 71, o pódio parecia cada vez mais possível, mas o ‘descanso’ do elevado esforço desta fase permitiu aos adversários irem fugindo.

Portugal ainda foi quarto no 23.º sprint e terceiro no último, com pontuação a dobrar, porém não conseguiu ir mais além, concluindo assim o seu desempenho.

A segunda edição dos campeonatos Europeus multidesportos está a decorrer em Munique até domingo e reúne nove modalidades, estando Portugal representado em sete, nomeadamente atletismo, canoagem, ciclismo, ginástica artística, remo, ténis de mesa e triatlo.

A seleção portuguesa tem uma medalha de ouro, através do ciclista Iúri Leitão, que se sagrou campeão europeu de scratch, no ciclismo de pista, e uma de prata, de Auriol Dongmo no lançamento do peso.





Notícias relacionadas


Scroll Up