Fotografia: DR

Barcelos investe mais de 74 mil euros para remover invasoras do rio Cávado

Corporações de bombeiros declinam novo protocolo.

16 Ago 2022

A Câmara Municipal de Barcelos anunciou, em comunicado, que aquela adjudicação de trabalhos acontece «três anos após se ter deixado de proceder à limpeza das águas do rio, no curso que faz parte do território» do concelho. Agora, a prestação de serviços visa a contenção e limpeza de espécies de vegetação aquática exótica invasora existentes no rio Cávado, tanto no leito como nas margens, bem como a realização de ações de sensibilização ambiental.

Ainda segundo a mesma fonte, em causa estão espécies como o jacinto-de-água, a pinheirinha-de-água, a elódea-densa e a azola. Pretende-se ainda com os trabalhos a remoção de todo o tipo de resíduos, incluindo os de grandes dimensões, como os «monstros domésticos».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up