Fotografia: FPC

Iuri Leitão diz ter aproveitado hesitação dos restantes candidatos

«Levar esta medalha é um sentimento muito forte».

Redação
13 Ago 2022

O ciclista de Viana do Castelo, Iuri Leitão, que se sagrou há pouco campeão da Europa em Munique, em ciclismo na vertente de Scratch, disse ter aproveitado «um momento de hesitação» dos restantes candidatos para atacar definitivamente.

«Trabalhámos muito para estarmos ao mesmo nível das outras seleções. Estávamos cientes de que poderíamos conquistar o título, mas chegar à final e levar a medalha desta forma é um sentimento muito forte, uma felicidade imensa. Tentei resguardar-me na fase inicial da corrida. Reparei que os principais favoritos estavam a marcar-se de forma bastante cerrada. A perseguição ao grupo que saiu foi feroz e, nessa altura, tentei resguardar-me.

Passei um pouco despercebido e logo de seguida ataquei. Apercebi-me da hesitação dos principais candidatos, até porque vinham um pouco mais desgastados. Foi a altura certa para atacar», referiu  Iúri Leitão.

O cicilista de Viana do Castelo foi o único a dobrar o pelotão em dose dupla e o selecionador nacional, Gabriel Mendes, salientou a corrida perfeita em termos táticos de Iuri Leitão.

«Esta corrida foi um momento fantástico de ciclismo. Estou muito orgulhoso com a corrida do Iúri Leitão. Ele esteve irrepreensível. Tínhamos consciência de que a prova seria muito difícil, devido ao elevado nível dos atletas presentes. O Iúri interpretou e aplicou na perfeição os princípios que definiríamos para esta prova. O resultado foi o que todos vimos: uma corrida exemplar que coroou campeão da Europa o melhor em pista», disse o selecionador nacional.





Notícias relacionadas


Scroll Up