Fotografia: DR

Obra de 2,4 ME da Águas do Alto Minho em Cerveira em concurso internacional

O preço base do concurso é de 2.400.000 euros e o prazo de execução é de 300 dias.

Redação/Lusa
11 Ago 2022

A Águas do Alto Minho abriu uma concurso público internacional para a empreitada de remodelação de 17,5 quilómetros de redes de abastecimento de água em Vila Nova de Cerveira, num investimento de 2,4 milhões de euros.

Em comunicado enviado às redações, a empresa que gere as redes de abastecimento de água em baixa e de saneamento básico de sete dos 10 municípios do distrito de Viana do Castelo informou que a decisão de abertura de um concurso público internacional foi aprovada em reunião do conselho de administração, no dia 03 de agosto e, publicado, na terça-feira, em Diário da República.

Fonte da empresa, contactada pela agência Lusa, explicou que o concurso público é internacional por se tratar de uma obra cofinanciada e com obrigatoriedade de publicitação do cofinanciamento”.

A fonte adiantou que a Águas do Alto Minho “está a alargar a abrangência da divulgação das intervenções, aumentando o leque de potenciais concorrentes”.

“Estamos a utilizar o instrumento legal de contratação que, por excelência, maximiza a concorrência”, explicou.

Em causa está a empreitada de remodelação de redes de abastecimento de água previstas no âmbito de candidaturas aprovadas pelo POSEUR- Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos para a eficiência hídrica, em Vila Nova de Cerveira, no distrito de Viana do Castelo.

A “execução deste projeto garante a remodelação de 17,5 quilómetros de redes de abastecimento de água na Estrada Nacional (EN) 13, no município de Vila Nova de Cerveira, com o objetivo de garantir maior eficiência e qualidade nas condições de abastecimento de água à população”.

O preço base do concurso é de 2.400.000 euros e o prazo de execução é de 300 dias.

O investimento é cofinanciado pelo POSEUR ao abrigo de uma operação que totaliza cerca de 14 milhões de euros para melhoria da eficiência hídrica nos municípios de Arcos de Valdevez, Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.

A AdAM iniciou a atividade operacional em janeiro de 2020 e gere as redes de abastecimento de água em baixa e de saneamento nos municípios de Arcos de Valdevez (PSD), Caminha (PS), Paredes de Coura (PS), Ponte de Lima (CDS-PP), Valença (PS), Viana do Castelo (PS) e Vila Nova de Cerveira (PS).

Três concelhos do distrito – Ponte da Barca (PSD), Monção (PSD) e Melgaço (PS) – reprovaram a constituição daquela parceria.





Notícias relacionadas


Scroll Up