Fotografia: DR

Blackhaine, Jockstrap e Slikback no festival “Mucho Flow” em Guimarães

Evento decorre nos dias 4 e 5 de novembro.

Redação/Lusa
11 Ago 2022

O festival “Mucho Flow” regressa a Guimarães nos dias 4 e 5 de novembro, estando já confirmados nomes como Blackhaine, Jockstrap e Slikback, entre outros, anunciou hoje a organização.

Em comunicado, a promotora e editora Revolve sublinha que o festival regressa com “uma curadoria aventureira, entre a pop, a eletrónica e a experimental, e com foco posto em artistas em ascensão e em estreias nacionais”.

Os concertos decorrerão em várias salas de espetáculos do centro histórico de Guimarães.

“Já confirmados estão a canção maximal dos Jockstrap, a eletrónica refletiva de aya (que atua com a artista visual Sweatmother), as explosões de pista de dança de Slikback, o techno duro de Schwefelgelb, o drill rap peculiar de Blackhaine e a pop ácida de Fauzia”, refere o comunicado.

Pelos palcos passarão também “o RnB mutante de Yaya Bey, o ambiente profundo de Luís Fernandes e o híbrido jazz-hip-hop-pop de Slauson Malone”.

A organização vinca que, dos já confirmados, seis são estreias absolutas em território nacional, sendo que entretanto mais nomes serão ainda adicionados ao alinhamento.

Naquela que será a sua 9.ª edição, o Mucho Flow apresentará um formato que se estende ao Centro Cultural Vila Flor, ao Teatro Jordão, ao Centro Internacional de Artes José de Guimarães e ao Teatro São Mamede.

As edições anteriores receberam em primeira mão artistas como black midi, Amnesia Scanner, Loraine James, Girl Band, Bitchin Bajas e Sega Bodega, entre outros.

Os bilhetes estão disponíveis na modalidade ‘early-bird’ apenas nas próximas 96 horas, em quantidade limitada e pelo valor de 30 euros.

Os preços subirão, depois, para 35 euros e, a partir de setembro, para 40 euros.





Notícias relacionadas


Scroll Up