Fotografia: DM

Procissão do Senhor dos Navegantes participada por um mar de fiéis

A procissão com 16 andores teve 200 figurantes, foi presidida pelo padre Daniel de Sousa Neves, e o Senhor dos Navegantes coube ao patrão do “Filipa Miguel”.

José Carlos Ferreira
8 Ago 2022

A procissão do Senhor dos Navegantes, após dois anos de interrupção por causa da pandemia, voltou ontem a sair às ruas das Caxinas, em Vila do Conde, onde a esperava um mar de fiéis. Os tripulantes de 16 barcos de pesca levaram outros tantos andores com os santos a quem costumam recorrer nos momentos de maior aflição. As ruas por onde passou a procissão encheram-se de gente para presenciar este momento tão particular e tão importante na vida comunitária do lugar das Caxinas. Todos os anos, são os pescadores que transportam os andores desta majestosa procissão, que atrai gente de todo o país. A tripulação de cada barco carrega aos ombros o seu andor.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]
 





Notícias relacionadas


Scroll Up