Fotografia:

UMinho e Fibrauto criam cabine do condutor mais leve e à prova de fogo e bala

“Balistic Composite Panel” conta com cofinanciamento de programas da União Europeia.

Redação
6 Ago 2022

A Associação Fibrenamics da Universidade do Minho e a empresa Fibrauto desenvolveram painéis com resistência balística, química e ao fogo para revestir a cabine de condutor de autocarros, comboios e barcos. Os painéis são também até 20% mais leves face aos existentes no mercado. A inovação nacional chama-se “Ballistic Composite Panel” e conta com 310 mil euros de cofinanciamento dos programas Compete, Portugal 2020 e FEDER da União Europeia

«Os resultados trazem avanços importantes para os setores da defesa e do transporte coletivo de passageiros e garantem o nível 3 de proteção balística, de acordo com a norma NIJ 0108.01», considera Carlos Mota, project manager na Fibrenamics.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up