Fotografia: DM

Vitória SC exige retirada de “caso Marega” de manual

Polémica sobre livro de filosofia do 10.º ano de escolaridade.

José Costa Lima
1 Ago 2022

O Vitória de Guimarães exige a retirada de uma referência aos seus adeptos no livro de Filosofia do 10.º ano, “Ágora”, da autoria de Susana Teles de Sousa, Isabel Pinto e Rui Areal, da Porto Editora, sobre o “caso Marega”. A direção vitoriana fala numa tese «infundada» e pede respeito a uma instituição centenária.

«A principal editora nacional prepara-se para lançar um livro sobre Filosofia destinado a alunos do 10.º ano, da autoria de Susana Teles de Sousa, Isabel Pinto Ribeiro e Rui Areal, intitulado “Ágora”, que chegará a inúmeras escolas do país, e cujo conteúdo, para espanto dos vitorianos e vimaranenses, contém como caso de estudo o posicionamento ético levado a cabo pelo pivot do telejornal de um canal generalista português, ao “relatar” os acontecimentos do passado dia 16 de fevereiro de 2020, em que o jogador Marega abandonou o terreno do Estádio D. Afonso Henriques», introduz a SAD vitoriana em comunicado.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up