Fotografia: Avelino Lima

Karter Mendes celebra 50 anos de magia com 5800 espetáculos e promete continuar

Descobriu a magia quando frequentava a escola primária e nunca mais deixou de a espalhar.

Carla Esteves
1 Ago 2022

Descobriu a magia quando ainda frequentava a Escola Primária de S. João do Souto, e no período livre da tarde encontrava um “porto de abrigo” junto dos artistas circenses que então se instalavam, com as suas companhias, no recinto junto à capela de S. João da Ponte, em Braga.

O que começou por ser um mero entretenimento e vontade de ver os animais de perto e espreitar o “mundo encantado” das roulotes, acabou por tornar-se num sonho, quando começou a familiarizar-se com os artistas, em particular com os mágicos, que começou a ajudar a montar truques.

Aqueles mágicos que se instalavam na zona da Ponte foram o ponto de partida e de inspiração para todo um caminho que realizou em busca de aperfeiçoamento para uma arte onde, até então, a formação era escassa.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up