Fotografia:

Apreendidos quase 140 quilos de polvo na Lota de Viana do Castelo

Foram ainda identificados os mestres das embarcações.

Rita Cunha
29 Jul 2022

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Caminha, apreendeu ontem 138,7 quilos de polvo (Octopus vulgaris) subdimensionado, na Lota de Viana do Castelo.

Em comunicado, a GNR adianta que esta apreensão se deu «no âmbito de uma ação de fiscalização realizada no recinto da Lota de Viana do Castelo, com o objetivo de verificar o cumprimento das regras relativas à captura, desembarque, transporte, comercialização e regime de primeira venda e segunda venda, os militares da Guarda detetaram duas embarcações de pesca costeira na posse do referido pescado, sem que o mesmo possuísse as medidas regulamentares para ser comercializado».

No seguimento da ação «foram identificados os mestres das embarcações, dois homens de 46 e 49 anos, tendo ainda sido elaborados os respetivos autos de contraordenação, cuja coima pode ascender aos 37.500 euros».

O polvo subdimensionado foi apreendido e, após exame higiossanitário, foi doado a instituições de solidariedade social locais, acrescenta.

A GNR salienta que «a prática de uma pesca sustentável, que respeite a natureza e a integridade dos ecossistemas, contribui para a conservação das unidades populacionais de espécimes marinhos e, ao mesmo tempo, para a criação de condições de prosperidade e emprego no setor das pescas».





Notícias relacionadas


Scroll Up