Fotografia: DR

Maioria e oposição prometem entendimento para atender aos pedidos dos “Pais em Luta”

A reunião do executivo municipal decorreu, ontem, na União das Freguesias de S. Lázaro.

Carla Esteves
26 Jul 2022

A maioria e os vereadores da oposição da Câmara Municipal de Braga decidiram, ontem, tentar encontrar uma solução conjunta para resolver o problema de cerca de 30 crianças e jovens com necessidades específicas que, durante as pausas letivas, não encontram respostas educativas na cidade.

Representantes do movimento “Pais em Luta”, que junta pais e mães de crianças do concelho de Braga com necessidades específicas, marcaram presença na reunião de Câmara, exigindo igualdade de acesso e medidas de inclusão que garantam o bem-estar dos seus filhos durante o período de férias letivas. Reforçaram ainda que em fase de preparação do novo ano letivo, há que colmatar as insuficiências que se fazem sentir nos períodos antes e depois das atividades letivas, e a falta de respostas ao nível das AAAF (Atividades de Animação e Apoio à família) nos Jis, das CAF (Componente de Apoio à Família) no 1.º ciclo e, finalmente, nos ATL (Atividades de Tempos Livres) nas EB 2,3.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up