Fotografia: DR

Assassinadas 19 mulheres até junho, 15 em contexto de relações de intimidade

16 corresponderam a femicídios.

Redação/Lusa
22 Jul 2022

O Observatório de Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou, entre 1 de janeiro e 30 de junho deste ano, 19 mulheres assassinadas, 15 das quais no contexto de relações de intimidade, segundo os dados divulgados ontem, no Porto.

De acordo com os dados recolhidos pela OMA e pela União das Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), dos 19 homicídios que fizeram vítimas «mulheres e meninas», 16 corresponderam a femicídios: crime de homicídio em que as mulheres são assassinadas por serem mulheres.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up