Fotografia: Semibreve

Semibreve regressa a Braga com mais música eletrónica e arte digital

Entre os dias 27 e 30 de outubro.

Redação/Lusa
14 Jul 2022

O festival de música eletrónica e arte digital Semibreve volta a espalhar-se por diversos espaços da cidade de Braga entre os dias 27 e 30 de outubro. A programação vai contar com as estreias em Portugal de François J. Bonnet e Stephen O’Malley, e com instalações, conversas e workshops, avançou esta quinta-feira a organização.

Para além das estreias a nível nacional, o cartaz da 12.ª edição do Semibreve inclui ainda estreias no certame, como é o caso do britânico Maxwell Sterling, que apresenta um espetáculo audiovisual especial com o artista visual Stephen McLaughlin, baseado nos mais recentes trabalhos “Turn of Phrase” e “Hollywood Medieval”. Ao cartaz juntam-se nomes já conhecidos de outras edições, tais como Caterina Barbieri, que atuou no evento em 2018, para apresentar o novo disco, “Spirit Exit”, com contribuições dos artistas visuais Marcel Weber (MFO) e Ruben Spini.

O duo norte-americano Lea Bertucci & Ben Vida entra também no programa, para “apresentar material do seu trabalho colaborativo baseado em síntese modular e manipulação de fita magnética, que brilhantemente transpuseram para disco em ‘Mumurations’, trabalho editado este ano pela Cibachrome editions”, segundo adianta a organização, num comunicado enviado à Lusa. Outras confirmações são nomes como o músico português David Maranha, o compositor e artista visual alemão Alva Noto, os portugueses Drumming GP, o produtor alemão Burnt Friedman, a compositora e fundadora da editora Shelter Press, Félicia Atkinson, a flautista e artista portuguesa Violeta Azevedo. Malcolm Pardon, ‘metade’ dos suecos Roll the Disse, o produtor alemão Jan Jelinek e o queniano, KMRU.

A edição de 2022 do Semibreve conta ainda com o regresso do programa de ‘clubbing’. A iniciativa vai receber Jana Rush, norte-americana com raízes no ‘footwork’ de Chicago, Gábor Lázar, a produtora portuguesa Bleid e uma “noite especial” dedicada aos dez anos da editora Príncipe Discos, com um concerto de Xexa e Dj sets de DJ Marfox e DJ Kolt.

Além da música, o festival volta a integrar o Edigma Semibreve Award, que visa distinguir “e estimular a criação artística no domínio da intersecção entre arte e tecnologia”. O prazo de inscrição para o prémio internacional, que tem um valor de 2 500 euros, termina esta quinta-feira.

Os passes gerais para a edição de 2022 do certame já estão à venda. Podem ser adquiridos no website do evento.





Notícias relacionadas


Scroll Up