Fotografia: DR

Papa mostra-se solidário com o povo do Sri Lanka e da Líbia

Sofrimento do Povo ucraniano também foi lembrado por Francisco.

Redação/Lusa/Ecclesia
11 Jul 2022

O Papa Francisco expressou ontem a sua solidariedade para com o povo do Sri Lanka, que se revoltou contra a crise económica e provocou uma agitação civil que ditou o afastamento do Presidente da República e do primeiro-ministro.

«Uno-me à dor do povo do Sri Lanka, que continua a sofrer os efeitos da instabilidade política e económica», declarou o líder da Igreja Católica após a oração dominical do Angelus, acrescentando: «Juntamente com os bispos do país, renovo o meu apelo à paz e imploro aos responsáveis que não ignorem o grito dos pobres e as necessidades do povo».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up