Fotografia: Avelino Lima

Devoção mobiliza mar de gente para a mais emotiva festa de Fafe

Peregrinação de Nossa Senhora de Antime voltou a inundar ruas de Fafe após dois anos de interregno impostos pela pandemia.

Joaquim Martins Fernandes
11 Jul 2022

Para a paróquia de Santa Maria de Antime, no Arciprestado de Fafe, convergiram ontem milhares de fiéis que não quiseram perder aquela que é uma das mais emblemáticas procissões do Minho. Com o programa religioso a arrancar de manhã bem cedo – a celebração da primeira eucaristia festiva arrancou às 08h30 na igreja paroquial de Antime –, cedo os fiéis meteram pés ao caminho para aproveitar ao máximo uma experiência religiosa que lhes tinha sido negado durante os dois últimos anos, devido à pandemia da Covid-19.

Perante a iminência da saída das duas procissões que convergiram para o palco mais emotivo da caminhada de fé – a Ponte de S. José, onde acontece o encontro de Nossa Senhora da Misericórdia (vinda de Antime) com Nossa Senhora da Consolação, vinda do centro da cidade de Fafe –, o desafio que se coloca aos peregrinos é encontrar o melhor lugar para testemunhar o momento mais aguardado.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up