Fotografia: DM

Rui Vasquinho assume luta «pelos quatro primeiros lugares»

Novo treinador do GD Prado quer formar uma equipa ambiciosa.

António Valdemar
4 Jul 2022

Rui Vasquinho foi o treinador escolhido pela nova direção do GD Prado para suceder a Márcio Azevedo no comando técnico da equipa sénior. O treinador de 39 anos, que foi apresentado no dia a seguir à eleição dos novos corpos sociais (dia 30 de junho) do emblema alvinegro, começou por explicar ao Diário do Minho porque decidiu aceitar este desafio.

«Como adversário o GD Prado sempre foi um clube que me seduziu, porque tem princípios e valores com os quais me identifico muito. Consegue ter uma grande humildade e com pouco muitas vezes faz muito. Gosto desse chavão, porque não gosto de ter a melhor equipa do campeonato, mas sim aquela que tenha a possibilidade de vencer todos os jogos. Venho para respeitar o historial do GD Prado, tentando deixar um legado futuro com uma ambição cada vez maior», expôs o treinador, acrescentando mais um ponto que influenciou a sua decisão.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up