Fotografia: DM

Torre de Basílica de Guimarães ameaçada por falta de segurança

Mecanismo de antigo relógio ameaça ruir.

Rui de Lemos
30 Jun 2022

Os responsáveis da Irmandade do Príncipe dos Apóstolos São Pedro, que zelam pela Basílica do Toural, em Guimarães, andam há anos «com o coração nas mãos». Tudo porque o degradado piso que suporta a obsoleta e «pesadíssima» estrutura da velha máquina do relógio há muito ameaça ruir. E até agora, apesar de conhecer o problema e os temores, a Câmara Municipal continua a adiar a resolução da situação.

Os sinos da torre da Basílica de S. Pedro do Toural entoam o hino da cidade ao meio-dia e outros acordes a espaços. E não é por acaso. É porque os icónicos relógios e a sua antiga estrutura não são da primeira Basílica da Arquidiocese de Braga, mas da cidade.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up