Fotografia: Festas da Agonia

Romaria d’Agonia regressa às ruas de Viana do Castelo com investimento de um milhão de euros

Evento regressa à cidade entre os dias 17 e 21 de agosto.

Redação/Lusa
30 Jun 2022

A Romaria d’Agonia regressa a Viana do Castelo entre os dias 17 e 21 de agosto, após dois anos de restrições devido à pandemia de Covid-19. O evento vai representar um investimento de um milhão de euros, divulgou a organização.

O presidente da VianaFestas, Manuel Vitorino, adianta à Lusa que a previsão orçamental da entidade promotora das festas da capital do Alto Minho para a organização dos cinco dias da edição 2022 “oscila entre 725 e 750 mil euros”, sendo que a Câmara Municipal “estima atribuir um apoio de 440 mil euros”. O investimento total ronda, no entanto, um milhão de euros, se forem contabilizados “os custos associados à logística da realização da romaria, como instalação de módulos sanitários, ou limpeza da cidade, que são suportados pelos Serviços Municipalizados de Viana do Castelo (SMVC)”, explica Manuel Vitorino.

O também vice-presidente e vereador da Educação, Ciência e Conhecimento e Cultura na Câmara de Viana do Castelo defende que este “é um investimento que gera um retorno económico muito significativo para tecido empresarial da cidade e do concelho”. “A mais de um mês da realização da romaria, e de acordo com dados avançados à Lusa, pela delegação de Viana do Castelo da Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT), as taxas de ocupação nas unidades hoteleiras da cidade nos cinco dias de festas, rondam, em média os 65%”, revela.

O programa dos cinco dias de festa conta com 45 momentos. Em destaque estão a alvorada festiva, os concertos musicais, o tradicional Desfile da Mordomia e a sessão de fogo de artifício do fogo ao meio.

As festas iniciam no dia 17 de agosto, dia da alvorada festiva e dos concertos musicais, no qual se realiza ainda a primeira revista de gigantones e cabeçudos e o encontro de desgarradas e cantares ao desafio. No dia seguinte, centenas de mulheres vianenses trajadas e ouradas percorrem, durante a tarde, as ruas da cidade de Viana do Castelo no Desfile da Mordomia, cujas inscrições abrem a 15 de julho. O dia 19 fica marcado pela confeção dos tapetes floridos nas ruas da Ribeira, que voltam a ser confecionados durante a madrugada, após dois anos de interrupção, devido à pandemia de Covid-19.

A tradicional procissão ao mar e o fogo do meio ou da santa, tradicional sessão de fogo de artifício, vão ser realizados no feriado municipal, 20 de agosto, dia da padroeira. A Romaria encerra no domingo, que tem como destaques o cortejo histórico e etnográfico e a habitual serenata de fogo de artifício junto ao rio Lima.





Notícias relacionadas


Scroll Up