Fotografia: DR

Braga garante programação de verão repleta de atividades culturais

A Feira do Livro é a primeira iniciativa agendada, regressando ao centro da cidade já na próxima sexta-feira. “Limonada” é outro dos eventos programado, este em estreia.

Rita Cunha
28 Jun 2022

Braga transforma-se, este verão, numa sala de espetáculos ao ar livre e as ruas em palcos de cultura. Concertos, livros, teatro, música, novo circo, folclore, cinema, dança são apenas algumas das iniciativas que integram os “Ares de Verão”, uma programação cultural para desfrutar nos meses de julho e agosto nas praças, jardins e espaços públicos da cidade. A programação arranca já esta sexta-feira, dia 1 de julho, com a Feira do Livro de Braga – que regressa à Avenida Central – e o Mimarte (Festival de Teatro de Braga), que promete dar ainda mais vida às principais ruas do centro.

O presidente da Câmara Municipal de Braga explica que o “Ares de Verão” fica marcado por uma “programação cultural muito diversificada, para todos os públicos e de acesso completamente gratuito”, juntando «algumas iniciativas já tradicionais do calendário cultural da cidade», mas traz também «novidades» que convidam a vir à rua.

Para Ricardo Rio, a “capitalidade cultural não se faz apenas com o título e com grandes eventos de massas”, faz-se também com este esforço de “dar espaço à criatividade das diversas formas de expressão artística dos protagonistas locais e de os pôr em contacto com o público”.

Outro dos eventos do “Ares de Verão” é o Braga Blues, que terá lugar nos dias 16 e 17 de julho, às 21h30, na Praça Municipal. Nos dias 29, 30 e 31 de julho, Braga volta a ser ponto de encontro multicultural com a realização do Festival Internacional de Folclore.

Já no mês de agosto, o grande destaque vai para o festival Limonada. Trata-se de um ciclo de sete concertos que acontecerá de 15 a 21 de agosto, na Avenida Central, exclusivamente por bandas da cidade.

O “Ares de Verão” inclui, ainda, o Noroeste – Festival de Música Contemporânea de Raiz que nasceu no âmbito da programação do Braga 2021 – Capital da Cultura do Eixo Atlântico, numa parceria com a Arca de Sons – Associação Cultural.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up