Fotografia: DR

Homem internado compulsivamente em hospital psiquiátrico por maus-tratos à mãe

Recusava-se “a tomar a medição de foro psiquiátrico que lhe tinha sido prescrita”.

Redação/Lusa
23 Jun 2022

O tribunal de Viana do Castelo decretou o internamento compulsivo, num hospital psiquiátrico, de um homem de 54 anos de Caminha, por maus-tratos à mãe de 83 anos. A informação foi avançada esta quinta-feira pela Guarda Nacional Republicana (GNR).

O homem foi detido esta quarta-feira, dia 22 de junho, na sequência de uma queixa apresentada pela vítima há mais de um mês, revela uma fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo à Lusa. O arguido foi esta manhã submetido a um primeiro interrogatório judicial, no tribunal de Viana do Castelo, no qual o juiz decretou o internamento compulsivo numa unidade de psiquiatria.

Segundo a mesma fonte, o homem “tinha comportamentos agressivos para com mãe, recusando-se a tomar a medição de foro psiquiátrico que lhe tinha sido prescrita”. A situação familiar estava sinalizada na GNR de Caminha, após várias queixas apresentadas pela mãe que posteriormente as retirava.





Notícias relacionadas


Scroll Up