Fotografia: DR

Bispos definem acesso aos arquivos pela equipa de estudo dos abusos sexuais

GIH vai ter acesso, nomeadamente, a documentos que se encontram no chamado “arquivo secreto” das dioceses.

Redação/Lusa
23 Jun 2022

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) anunciou ontem ter «acertado procedimentos comuns» para o acesso aos arquivos diocesanos pelo Grupo de Investigação Histórica (GIH) ligado à Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica Portuguesa.

O GIH vai ter acesso, nomeadamente, a documentos que se encontram no chamado “arquivo secreto” das dioceses, sendo a consulta feita «em articulação direta com o bispo» respetivo.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up