Fotografia: DR

“Descentrar” leva a Lomar e Arcos novo circo francês e música brasileira

As próximas sessões acontecem já este sábado.

Redação
7 Jun 2022

Lomar e Arcos são as freguesias que se seguem no programa cultural “Descentrar”. É já este sábado, dia 11 de junho, que o novo circo e a música brasileira vão animar estes espaços, proporcionando tardes culturais em família e em comunidade.

O Largo da Igreja Velha de Lomar será o palco dos espetáculos, com a apresentação do circo contemporâneo francês com “Une Partie de Soi” de Cie O Último Momento, pelas 17h00, e o concerto do brasileiro Luca Argel, a partir das 19h00.

“Une Partie de Soi”, uma parte de si mesmo, conta a história de um corpo, do ponto de vista de quem o habita e que mantém com esse corpo uma relação plena de respeito e de elevados padrões. É uma travessia vertical, seguindo a linha do mastro chinês, que mostra o homem além do esforço numa coreografia densa e poderosa.

Segue-se o concerto do cantor e compositor brasileiro Luca Argel, carioca tijucano e formado em música pela UNIRIO. É vocalista e compositor dos grupos Samba Sem Fronteiras e Orquestra Bamba Social, com quem divide a alegria de difundir a sonoridade e poesia da música brasileira em Portugal. Divide o tempo entre os palcos e outros projetos, como bandas sonoras para dança e cinema, programas de rádio e podcasts dedicados à música brasileira, e à produção literária. Tem livros de poesia publicados no Brasil, Espanha e em Portugal. Um deles foi semifinalista do Prémio Oceanos 2017, um dos prémios literários mais importantes entre os países de língua portuguesa.

Depois de Lomar e Arcos, o “Descentrar” segue, no dia 18 de junho, para a freguesia de Espinho com um programa que inclui uma visita guiada ao espaço patrimonial do Santuário do Sameiro; um espetáculo de novo circo, com “RASTO” dos Erva Daninha e o concerto “A Magia da Flauta Transversal” pela Orquestra Filarmónica de Braga, no Santuário do Sameiro (Cripta).





Notícias relacionadas


Scroll Up