Fotografia: DR

Abílio Bastos transpõe para livro poemas que lhe saem da alma

“O vale” é apresentado no sábado, no âmbito da feira do livro de Cabeceiras de Basto.

Rita Cunha
2 Jun 2022

Natural de Abadim, Cabeceiras de Basto, Abílio Bastos foi marceneiro de profissão, mas a poesia corre-lhe nas veias desde que se lembra de existir. Aos 77 anos, mostra que não é tarde para cumprir sonhos e, por isso, acaba de lançar o seu primeiro livro, intitulado “O Vale”.

«Nunca pensei em lançar um livro e das primeiras vez que fui abordado até recusei», disse em entrevista ao Diário do Minho, feliz por poder mostrar ao mundo uma parte dos seus textos.

“O Vale”, com execução gráfica das Oficinas de S. José, será publicamente apresentado no próximo sábado, dia 4 de junho, às 10h00, no decorrer da Feira do Livro de Cabeceiras de Basto.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up