Fotografia: DR

ADOLESCERE aposta na «autonomização de jovens refugiados»

A Adolescere, que procura igualmente a celebração de acordo de cooperação para a resposta de Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP) em desenvolvimento desde 2019, tem vindo a realizar «um trabalho afincado e reconhecido no distrito de Braga, devendo anunciar em breve novos projetos e iniciativas de apoio e sensibilização junto da comunidade».

Pedro Vieira da Silva
25 Mai 2022

No âmbito do trabalho desenvolvido no âmbito do apoio à criança e adolescente, «a Adolescere reforçou a sua resposta no acolhimento e autonomização de cidadãos refugiados, através da celebração de acordo de cooperação com a Segurança Social para um Apartamento de Autonomização», destaca, numa nota enviada às redações, a Adolescere.

«Esta resposta que promove a desinstitucionalização dos jovens em perigo e que contribui para a sua autonomia e integração na sociedade, vem dar continuidade às respostas dirigidas preferencialmente para jovens estrangeiros não acompanhados (JENA), conforme medida prevista na Lei de Proteção de Crianças e Jovens em Perigo. O momento de assinatura do acordo de cooperação contou com a presença da direção da Adolescere e com o Diretor do Centro Distrital da Segurança Social Braga, Dr. João Ferreira e com o Diretor da Unidade de Desenvolvimento Social, Dr. José Sá, concretizando assim um trabalho de proximidade e preparação para esta nova resposta», destaca a nota, recordando que, «apesar da sua existência desde 2015, entretanto reconhecida como IPSS a desenvolver resposta de apoio a crianças e adolescentes», este foi o «primeiro acordo de cooperação com a Segurança Social, garantindo assim um acompanhamento técnico próximo, personalizado e promotor de autonomia a estes jovens».

«Os apartamentos de autonomização têm como objetivo apoiar a transição para a vida adulta de jovens a partir dos 15 anos de idade com medidas de promoção e proteção em casas de acolhimento, estando já sinalizados vários jovens, complementando as respostas de acolhimento de cidadãos refugiados desde 2020», finaliza a nota.

A Adolescere, que procura igualmente a celebração de acordo de cooperação para a resposta de Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP) em desenvolvimento desde 2019, tem vindo a realizar um trabalho afincado e reconhecido no distrito de Braga, devendo anunciar em breve novos projetos e iniciativas de apoio e sensibilização junto da comunidade.





Notícias relacionadas


Scroll Up