Fotografia: DR

Guimarães quer instalar centro para microempresas dentro da cidade

Câmara procura espaço com memória industrial na cidade para instalar microempresas da área digital.

Rui de Lemos
23 Mai 2022

Aquela revelação foi feita pelo presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, no final da última reunião do executivo municipal e destina-se a assegurar a fixação na cidade dos jovens talentos e quadros formados no polo de Azurém da Universidade do Minho (UMinho) e no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA). «Ando à procura de um pavilhão industrial com 2 mil a 4 mil metros quadrados, no âmbito da cidade, para instalar um centro de microempresas essencialmente vocacionadas para a área digital», revelou o autarca.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up