Fotografia: DR

Município vai reforçar apoio aos Voluntários de Braga até alcançar os 50 mil euros em 2024

Garantia foi dada hoje, durante a cerimónia da tomada de posse dos novos órgãos sociais dos Bombeiros Voluntários de Braga

Carla Esteves
22 Mai 2022

O Município de Braga vai reforçar o apoio financeiro aos seus Bombeiros Voluntários, aumentando paulatinamente a transferência anual para a Associação Humanitária e Beneficente até alcançar os 50 mil euros em 2024. 

Atualmente a autarquia bracarense transfere 30 mil euros para os voluntários, duplicando já o valor que era transferido em 2016, que se cifrava em 15 mil euros. Contudo, o presidente da Câmara, Ricardo Rio, deixou, hoje, a garantia de que, a tranferência da autarquia em 2023 subirá para 40 mil euros, voltando a crescer, em 2024, para 50 mil euros.

Ricardo Rio falava no encerramento da cerimónia da tomada de posse dos novos órgãos sociais dos Bombeiros Voluntários de Braga, que se repartiu entre o exterior do Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa (onde decorreu a parada e foram benzidas duas novas viaturas) e o salão nobre do Quartel da Associação Humanitária.

«Como o comandante Pedro Ribeiro fez questão de frisar que eu sempre que venho aos Bombeiros trago uma prenda, que  é antes um ato de compromisso e de responsabilidade que temos com esta instituição, porque sabemos que infelizmente os apoios que emanam de outras entidades e de outros níveis de Governo não são aqueles que se desejariam para um setor tão fundamental como este da Proteção Civil, e em particular do funcionamento das Associaçlões Humanitárias de Bombeiros, o Município de Braga vai dando o seu pequeno contributo e eu estou certo que também, em sede de executivo municipal, quer em 2023, quer em 2024 todos os senhores vereadores voltarão a aprovar por unanimidade a subida do atual protocolo», afirmou o edil, avançando a subida dos atuais 30 mil euros para 40 mil em 2023 e para 50 mil em 2024.

Enaltecendo a «grande vitalidade e força da instituição», o presidente da Câmara vincou que «esta direção, liderada pelo Capitão Miguel Ferreira transformou a realidade dos Bombeiros Voluntários de Braga de um dia-a-dia de luta pela sobrevivência para um dia-a-dia de contínuo sonho e de ambição para concretizar sempre novos e mais arrojados projetos».

«Um corpo bem estruturado, bem gerido e liderado, do ponto de vista da sua direção e do seu comando», foi assim que o autarca definiu os novos Bombeiros Voluntários, agradecendo ainda o trabalho do comandante Pedro Ribeiro e dos homens e mulheres sob o seu comando.

O edil terminou com um repto aos bracarenses para que se inscrevam como associados dos  Voluntários de Braga, contribuindo assim para a sua sustentabilidade, aligeirando a carga para outros que têm sido os pilares de sustentação desta instituição.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up