Fotografia: Avelino Lima

Arcebispo incentiva professores a “contagiarem” com a esperança

D. José Cordeiro esteve esta tarde no Colégio D. Diogo de Sousa para uma conversa informal com a comunidade educativa.

Rita Cunha
19 Mai 2022

O Arcebispo de Braga esteve esta tarde no Colégio D. Diogo de Sousa para uma conversa informal com os professores, tendo-os incentivado a “contagiarem” os que com eles se cruzam através da esperança.

«A esperança contagia-se e não é tanto por palavras», disse, depois de questionado por uma educadora presente sobre como pode, na atualidade, motivar-se um professor/educador. Vincando que a educação integral «é um grande desafio», D. José Cordeiro lembrou que, «no mundo em que vivemos, e com tanta complexidade, há uma exigência maior», parecendo, por vezes, ser «mais fácil deixar correr as coisas».

No meio de uma «exigência diária», o Arcebispo de Braga dá nota que é preciso união e entreajuda. «Sozinhos não somos capazes e ninguém pode ser educador sozinho. Precisamos de nos contagiar uns aos outros e às vezes nem imaginamos o bem que podemos fazer», disse, sublinhando que «o bem nunca se perde», tendo aqui os professores um papel importante pelo bem que fazem «às pessoas que se cruzam nas suas vidas».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up