Espaço do Diário do Minho

“Quando deixamos de ser dois…”

13 Mai 2022
Cristiana Fernandes

O nascimento de um filho é um dos acontecimentos mais marcantes no ciclo de vida de qualquer pessoa. Após o casal iniciar uma vida em comum, a primeira grande mudança é a chegada do primeiro filho, representando uma verdadeira revolução e um turbilhão de emoções, que vão desde a felicidade e admiração, até aos medos, receios e dúvidas.

Nesta nova fase do ciclo da família, onde as dimensões da parentalidade e conjugalidade se cruzam pela primeira vez, vai confrontar-se com novos desafios e exigências:

  • Desde logo tem de criar espaço para o novo elemento que ocupa muita atenção e tempo – o que antes era a dois, passa a ser a três;

  • Surgem novos papéis, os de pai e mãe, e há necessidade de definir a parentalidade, negociando a melhor forma de educar o vosso filho;

  • As suas rotinas e tarefas são alteradas, quer as familiares, quer as individuais, havendo necessidade de partilhar novas tarefas e responsabilidades;

  • A relação com outros sistemas, bem como as suas rotinas e atividades têm de ser geridas em função da criança.

De modo a responder a estas exigências, é fundamental que o casal reforce a comunicação, partilhando um com o outro aquilo que precisam, o que estavam à espera, e o que está a correr bem ou mal.

Os sentimentos contraditórios em relação à parentalidade são normais, uma vez que ter um filho também é deixar de ter outras coisas. É normal que nos primeiros tempos a sua atenção seja voltada para o novo membro da família, que necessita de proteção e segurança mas, progressivamente, deve encontrar espaço para a relação conjugal, para a relação do casal com o exterior, bem como para o cuidado individual (ou seja, para o que cada um precisa fora deste núcleo).

Promova a autonomia do seu filho, preparando-o para estar só com um dos pais ou com outros elementos significativos, de modo a ter espaço e tempo para alcançar este complexo equilíbrio.



Mais de Cristiana Fernandes

Cristiana Fernandes - 7 Abr 2022

Desde o início do século XXI que o mês de abril é dedicado à Prevenção dos Maus-Tratos na Infância em muitos países. Os maus-tratos constituem-se um grande problema para o desenvolvimento das crianças e jovens, repercutindo-se ao longo da sua vida. Podem assumir diferentes formas, sendo que neste artigo abordaremos a negligência. A negligência parental […]

Cristiana Fernandes - 17 Mar 2022

Promover a autonomia nos filhos é um grande desafio para os pais, talvez até maior do que para as próprias crianças. Isto porque, muitos vezes, com intenção de ajudar os filhos, os pais adotam uma postura de superproteção, fruto dos medos e receios que o filho sofra ou fique frustrado por não concretizar determinada tarefa. […]

Cristiana Fernandes - 10 Fev 2022

Os filhos necessitam de uma supervisão e monitorização em todas as idades, incluindo quando começam a crescer e a tornar-se mais independentes dos pais. A supervisão parental está relacionada com a capacidade dos pais terem conhecimento acerca da vida dos filhos, por outras palavras, de terem conhecimento sobre onde os filhos estão, com quem estão, […]


Scroll Up