Fotografia: Avelino Lima

Clube Colina quer dar-se a conhecer e «chegar a toda a cidade de Braga»

Amanhã à tarde tem lugar a inauguração das novas instalações, na presença do Arcebispo de Braga, D. José Cordeiro.

Rita Cunha
13 Mai 2022

O Clube Colina já existe em Braga desde a década de 70 do século passado – há cerca de 50 anos, portanto -, mas muitos ainda não o conhecem. Recentemente, mudou de instalações, “trocando” o centro da cidade, concretamente a Rua de S. Gonçalo, pela freguesia de Gualtar. E porque agora tem um edifício de maior dimensão que lhe permite alargar o leque de atividades e o número de jovens que as frequentam, pretende «chegar a toda a cidade».

Por isso, amanhã à tarde, as portas estão abertas a todos os que queiram visitar o espaço situado na freguesia de Gualtar. «Este edifício é muito grande e desconhecido e pode dar uma imagem diferente do que é e, por isso, queremos abrir portas para que as pessoas possam ver como é porque os vizinhos também têm o direito a saber quem somos e o que fazemos. Depois podem ou não gostar do projeto, mas pelo menos ficam a conhecer», explicou Susana Segura, responsável pelo Clube, em entrevista ao DM.

O Clube Colina tem por finalidade «colaborar com os pais na tarefa educativa dos seus filhos», servindo assim de complemento à família e à escola, explicou, salientando aqui a importância da formação integral da pessoa no sentido de família e do trabalho em função da sociedade. «Queremos que percebam que toda a vida é rica e que podemos fazer muito bem à nossa volta se nos ajudarem a crescer», sustentou.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up